Sangue – Geledés

por Adriana Graciano para o Portal Geledes Seu sexo no meu sexo Meu sexo no seu sexo Arrebatados pelo paradoxo dessa transcendência física dessa nova familiaridade desse olhar sem véu dessa nova nudez Meu sexo no seu sexo Seu sexo no meu sexo Redefinindo o espaço que ocupávamos em nós Escreva um comentário e participe!

Fonte: Sangue – Geledés